Estamos investindo em diversas maneiras de oferecer aos usuários o controle sobre os anúncios exibidos. No YouTube, nossos produtos de anúncios TrueView permitem que os usuários ignorem anúncios em vídeo. Na Pesquisa do Google, você pode clicar em "Por que esses anúncios?" e impedir que os sites nos quais você não tem interesse exibam anúncios. O Gerenciador de preferências de anúncio, disponível com um clique no ícone "Opções de anúncios" nos anúncios na Rede de Display do Google, permite a edição de suas categorias de interesse ou a desativação de todos os anúncios com base em interesse, inclusive anúncios de remarketing, em nossa Rede de Display.  

Nas próximas semanas, apresentaremos um pequeno [x], que será exibido no canto de alguns anúncios gráficos da Rede de Display do Google. Quando um usuário clicar no [x], ele não verá mais anúncios dessa campanha. Começaremos exibindo o [x] em anúncios com base em remarketing e em categorias de interesse.




Os usuários que clicarem no [x] em um anúncio verão uma página de confirmação explicando que o anúncio foi desativado, além de um link para o Gerenciador de preferências de anúncio. Os comentários recebidos também ajudarão a melhorar nossos anúncios com o passar do tempo.

A desativação não dá 100% de garantia de que você não verá mais esse anúncio. Por exemplo, o mesmo anúncio poderá ser exibido por outra empresa de anúncios ou o profissional de marketing poderá exibir uma campanha diferente que segmenta um conteúdo da web específico.  Mas acreditamos que esse seja um dos primeiros passos na direção certa para oferecer aos usuários controle sobre os anúncios e também ajudar os profissionais de marketing e os websites a exibir anúncios que apresentem melhor desempenho.

Acreditamos que esse recurso pioneiro pode trazer benefícios para todo o ecossistema: os usuários têm uma forma de controlar sua experiência e sinalizar que não têm interesse em determinados anúncios. Os anunciantes não pagam mais para exibir anúncios para pessoas que não têm interesse neles. Já os editores receberão anúncios com melhor desempenho (e potencialmente mais valor) e gastarão menos tempo filtrando anúncios que acreditam não serem do interesse de seu público-alvo.

A publicidade on-line fortalece a web e dá suporte a milhões de empresas. Ela já é única no nível do controle que pode oferecer aos usuários. Estamos nos primeiros estágios dessas inovações, e há muito mais por vir nos próximos meses e anos.

Postado por Michael Aiello, gerente de produtos