O HiPenpal.com é um website internacional de amigos que se comunicam à distância, que facilita a troca de mensagens entre pessoas de diferentes países e de todas as idades. Desde sua criação em 2006, o HiPenpal.com, uma empresa com sede na Coreia, aumentou sua base de membros para 180.000 e ganhou popularidade nos Estados Unidos e no Japão.

Hoje, destacaremos a jornada do HiPenpal.com com o celular, que gerou mais de 50% de sua receita total do Google AdSense por meio dos celulares.


Você é editor do Google AdSense desde 2006. Como você descobriu o Google AdSense e como tem sido sua experiência até o momento?

Fiquei sabendo sobre o Google AdSense ao navegar na web em websites estrangeiros. Naquela época, eu gerenciava vários websites, mas como não tinha uma equipe de vendas de anúncios, enfrentei momentos difíceis com as solicitações de anúncios. No entanto, com a ajuda do Google AdSense, eu não precisei mais me preocupar com isso. Não precisava gerenciar as solicitações e ainda recebia anúncios de boa qualidade por meio do Google AdSense, o que me permitiu focar no gerenciamento de conteúdo. A maior vantagem do Google AdSense, é que os anúncios são altamente relevantes para os usuários, o que resultou em um alto envolvimento do usuário e altos ganhos. A receita de todos os meus negócios depende do Google AdSense.  Estou muito satisfeito com o serviço e a receita que o Google AdSense tem conseguido me proporcionar, pois ele substituiu a necessidade de uma força de vendas cara.

Quando você começou a construir seu site para celular e como isso afetou o tráfego e a satisfação do usuário para o HiPenpal.com?

Em 2008, renovei o HiPenpal.com e também criei um site para celular. Naquela época, como a maioria dos usuários tinha celulares com recursos básicos, o site não era usado ativamente. No entanto, desde 2009, com a disseminação dos smartphones, o uso do site para celular tem aumentado. Atualmente, 40% de nosso tráfego total acessa o site para celular, e os usuários estão muito satisfeitos com ele.

O que você precisou levar em consideração ao criar o site para celular e que tipo de investimento foi necessário para viabilizá-lo?

Em 2008, eu não sabia muito sobre o desenvolvimento da web para celular, então, a criação do site inicial levou cerca de seis meses. Eu queria ter certeza de que o site seria exibido perfeitamente em todos os celulares e navegadores, então, eu me concentrei muito na estrutura do site. Há casos em que seu site é exibido perfeitamente em um tipo de dispositivo móvel, mas é distorcido em outro. A fim de evitar isso, usei um emulador da web para celular ou plug-in de navegador para realizar verificações de qualidade durante o desenvolvimento do site para celular. Antes do lançamento, verifiquei o site em celulares reais. Investi em vários celulares com diferentes sistemas operacionais, a fim de realizar correções de bugs e melhorar a qualidade.

Além disso, tentei simplificar a estrutura da árvore de navegação de modo que as pessoas pudessem facilmente acessar as páginas desejadas com uma simples operação. O mais importante é que eu consegui atrair mais tráfego para celular adicionando conteúdo específico para celular.

Como os usuários responderam aos anúncios em seu site para celular?

Implementamos anúncios para celular em 2008 e fizemos um upgrade do bloco de anúncios específico para smartphones em 2009, quando ele foi lançado. O retângulo médio de 300 x 250 é posicionado no final da página, de forma a não desviar o envolvimento com o conteúdo. Por outro lado, o banner para celular de 320 x 50 é posicionado na parte superior da página, de modo a atrair mais atenção.

Como os blocos de anúncios para smartphone agora estão integrados com o AFC (AdSense para conteúdo), a implementação do Google AdSense tornou-se mais conveniente.

Nós não recebemos comentários sobre os anúncios para celular no site, o que acredito que significa que os usuários não se incomodaram com essa implementação. Nossos usuários são muito proativos quando acham que os anúncios desviam a atenção ao usar o site.

Qual a diferença entre a receita para celular e sua monetização geral?

A receita para celular está aumentando de forma proporcional ao aumento dos usuários de celulares. Atualmente, 40% do tráfego total (mais de 50%, incluindo impressões de tablets) é proveniente de smartphones, o que resulta em mais de 50% da receita total.

O retângulo médio de 300 x 250 gera a maior parte da receita atualmente, devido ao grande engajamento do usuário. Inicialmente, hesitei na implementação desse bloco de anúncios por seu tamanho grande, mas agora recomendo para outros editores. Desde dezembro de 2009, a receita mensal aumentou cerca de 100 vezes.

Que conselho você daria para os editores que têm dúvidas quanto à implementação de anúncios para celular?

Acredito que os editores que têm dúvidas quanto aos anúncios para celular, na verdade, hesitam devido ao gerenciamento de um site da web para celular. No entanto, o celular é uma tecnologia que não pode ser ignorada, e há mais usuários acessando a Internet através de dispositivos móveis do que pelo computador. Em minha opinião, ignorar o celular é o mesmo que ignorar metade dos usuários. Além disso, ignorar os anúncios da web para celular é o mesmo que jogar fora a metade de sua receita. Se você não quiser perder metade de sua oportunidade de receita, não hesite. Recomendo que você comece hoje mesmo.

Postado por: Junho Jung, especialista em relações com o editor