dinos é uma empresa de mala direta japonesa que conta com catálogos, TV e Internet para seus negócios. Em seu site de compras on-line, os visitantes podem comprar itens que viram na TV ou em catálogos. O site foi criado em setembro de 2000 e, a partir de julho de 2012, a dinos recebe 2,5 milhões de visitas de usuários e 58 milhões de page views por mês. A receita do site representa cerca de metade da receita total da dinos.

Entrevistamos recentemente Hiroyuki Kikuchi, da equipe de marketing da dinos, para saber mais sobre as experiências da empresa com o Google AdSense.

■ Por dentro do AdSense (IA): Você pode nos contar por que e como começou a usar o Google AdSense?
Começamos a usar o Google AdSense para diversificar as fontes de receita e também para monetizar o tráfego de usuários que saíam do site.  O principal motivo pelo qual decidimos usar o Google AdSense é sua flexibilidade: podemos desativar ou ativar uma campanha a qualquer momento.  Começamos com um piloto em abril de 2012. Em maio, começamos a usar mais o Google AdSense, aumentando drasticamente o número de páginas com anúncios.  Como resultado, a receita aumentou significativamente.

■ IA: Você usou qualquer outro serviço antes da implementação do Google AdSense?
Nós usamos um serviço afiliado antes de usar o Google AdSense. Usamos esse serviço piloto porque, com ele, podíamos controlar os anúncios que veiculávamos. Queríamos também analisar os dados para podermos usar uma rede de anúncios mais tarde. Nossa principal preocupação quando testamos o Google AdSense foi não poder escolher os anúncios que veicularíamos. Depois da implementação, no entanto, descobrimos que poderíamos controlar facilmente os anúncios no URL e nos níveis de categoria de anúncios. A receita proveniente do Google AdSense é muito maior do que a receita proveniente da rede afiliada.

■ IA: Ao implementar o Google AdSense, houve alguma oposição dentro da empresa?
Havia a preocupação interna de que o uso do Google AdSense diminuiria as vendas de produtos no dinos.com. Explicamos que a receita de vendas não havia mudado desde que o Google AdSense havia sido implementado. Além disso, propusemos interromper o uso do Google AdSense se recebêssemos reclamações de nossos usuários. No final, os níveis de vendas permaneceram constantes e não recebemos qualquer reclamação. Isso mostra que estamos fornecendo informações úteis a nossos usuários e exibindo anúncios de alta qualidade

■ IA: Foi mais fácil do que você esperava implementar o Google AdSense?
Foi muito fácil introduzir o Google AdSense.  A possibilidade de configurar as categorias de anúncios que queríamos bloquear na interface da conta foi muito útil.  Também gostamos de poder bloquear anúncios por URL.

■ IA: Quais recursos você usa para gerenciar sua conta?
Como não precisamos de muitos recursos para gerenciar o Google AdSense, apenas uma pessoa o gerencia.

Esperamos que tenha gostado de conhecer a jornada de outro editor no Google AdSense. Fique atento para conhecer mais histórias.

Postado por Kensuke Ishida, Gerente de parceiros estratégicos